quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Apple: 76 aplicativos baixados por segundo


Não é só o Twitter que cresce a uma velocidade impressionante. A App Store, loja de aplicativos da Apple, acaba de comemorar 2 bilhões de dowloads. Seus aplicativos são programas simples de utilidades ou entretenimento que funcionam no iPod Touch ou no iPhone. Foi necessário pouco mais de um ano para que a empresa chegasse à marca de 1,5 bilhão de downloads. Outros 500 mil foram amealhados em 76 dias. Isso significa que 76 aplicativos foram baixados a cada segundo. Impressionante.

Mesmo que a maioria desses programas sejam gratuitos, os pagos redem um bom dinheiro para a Apple. Segundo estimativas da rede de propaganda móvel AdMob, a App Store gera cerca de US$200 milhões em vendas por mês. Como a Apple fica com 30% disso, a companhia ganha US$60 milhões com aplicativos. Em um ano, a soma é de US$720 milhões. Se pensarmos que esse nem é o negócio principal da Apple, é um valor bem respeitável.

Resenha em 6 vs. Boteco São Bento, mais um episódio para aprender

Durante a semana passada, o blog Resenha em 6 publicou uma nota curta sobre o bar Boteco São Bento, localizado em uma das esquinas mais famosas e disputadas da noite paulistana. Apesar do tom ácido, a nota assinada por Raphael Quatrocci fala sobre a experiência vivida por ele no bar.

É importante fazermos uma pausa aqui. Falando em bares, um ambiente que também agrada (e muito) este que vos escreve, podemos explicar que São Paulo possui bares para os mais variados gostos e estilos. Desde a carta, que pode incluir extensas listas de cachaças e cervejas importadas e acepipes de todos os tipos, à decoração. Contudo, os bares de uma determinada região tendem a guardar semelhanças entre si, seja por público freqüentador, tipo de serviço, aspectos qualitativos e preço. Por assim dizer, em minha opinião e deixadas as críticas diversas de lado, o Boteco São Bento é um retrato fiel da Vila Madalena: um bairro que já teve mais charme boêmio e menos holofotes da Vejinha e que hoje está entregue a quem procura aglomeração, algum tipo de status (verdadeiro ou não) e recomendações em guias semanais. Mas voltemos à questão do blog…

Um suposto administrador do bar passou a fazer ameaças via comentários, gerando a primeira horda furiosa de comentários contra o bar, no próprio blog e no Twitter. O mais importante daqueles primeiros relatos era perceber que este pequeno incidente foi o suficiente para que todos aqueles que tiveram experiências ruins com o dito bar começassem a mostrar a cara. Falso ou verdadeiro, o comentário do suposto administrador serviu para que os insatisfeitos se identificassem como um coletivo. E um coletivo barulhento.

Talvez com uma certa curiosidade mórbida, resolvi dar uma passada no Boteco São Bento na noite de sábado. Obviamente, o bar estava muito cheio. É: outra coisa que temos que enfatizar sobre bafafás na Internet é que os efeitos de um boca-a-boca raramente são sentidos da noite para o dia. Ou ainda podemos dizer que não é só porque você se considera formador de opinião que você forma a opinião de todo mundo.

Já nesta semana, a Época SP noticia que o bar notificará judicialmente os donos do blog Resenha em 6 para que eles apaguem os comentários de pessoas que dizem se passar por responsáveis pelo Boteco São Bento, uma vez que, segundo a assessoria de imprensa do grupo responsável pelo estabelecimento, tais relatos podem ser enquadrados no crime de falsidade ideológica e, diante de tantas outras decisões judiciais envolvendo blogs, os responsáveis pela publicação de comentários são os editores, não os comentaristas.

Caso o caso chegue a um processo, este não será o primeiro e nem o último caso.

Reação das pessoas

Confesso que não gosto de ser o advogado do diabo, mas os agora reais administradores do bar têm sua parcela de razão na notificação, uma vez que o blog não pode comprovar se os comentários supostamente escritos por um gerente são verdadeiros. Quer dizer, eles até podem tentar provar, num outro processo, provavelmente para descobrir os autores de ameaças sofridas.

O que está em jogo não é o post em si (uma vez que sua exclusão iria de fato contra a liberdade de expressão, tal qual aconteceu no caso Ag407 x Pristina.org), mas sim os comentários falsos.




Entretanto, palavras como processo e censura têm uma carga reativa enorme. Rapidamente, blogs passaram a escrever em defesa da liberdade de expressão do Resenha em 6. Não só isso: vídeos explicitando o atendimento ruim do bar começaram a pipocar no Twitter:

Eu sou da opinião de que nem tudo o que se chama de censura é censura. Mas isto é assunto para um próximo post.

Sobre o episódio apresentado aqui, ficam dois aprendizados: aos blogs, averiguar fontes. Um comentário recebido nem sempre é verdadeiro. E mesmo que seja, vale investigar antes de incitar a polêmica.

Já ao bar Boteco São Bento, fica a lição de que pouco adianta ser bem avaliado na Vejinha, no Guia da Folha, no Guia da Semana e o escambau se logo na primeira página de uma busca no Google, o resultado é a treta. Tem outra: quanto mais o bar se fechar ao diálogo, a tendência é que o barulho da horda furiosa aumente, ocasionando mais posts, mais aparições na primeira página do Google, mais pautas na imprensa… Vocês já conhecem o roteiro.

Talvez realizar uma noite de bar fechado para os críticos, para que eles possam tirar a sua má impressão sobre o bar e para que os donos dialoguem, expliquem e aceitem algumas das sugestões recebidas. Talvez até menos, como colocar um assessor para falar diretamente com os blogueiros do Resenha em 6. Talvez nada disso, mas algo para atenuar os efeitos das palavras de ordem como “censura não!” e “liberdade de expressão”, uma vez que o os verdadeiros donos disseram-se a favor do livre pensamento. Ou não levem a sério. São só idéias em modo de brainstorm.

No mais, torço para que o imbróglio acabe bem para os blogueiros e que o bar continue atendendo quem se dispor a ser atendido por ele, porque eu vou assistir a tudo de outro canto, já que eles não têm a minha cerveja preferida, e eu não faço bem o perfil de quem paquera em fila de espera. ABS.

UPDATE: A Folha Online publicou na íntegra o pedido extrajudicial enviado ao blog Resenha em 6. Nele, o pedido é para a exclusão completa do post e dos comentários. Sendo assim, advogado do diabo é o c$#@*&$: o bar escorregou mesmo no quiabo e toda a manifestação contra a tentativa de calar o diálogo (que já pode ser encarada como censura) é bem-vinda. A carta está aqui.

Fonte: http://www.brainstorm9.com.br/2009/09/29/resenha-em-6-x-boteco-sao-bento-mais-um-episodio-para-aprender/

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Novos filmes da AlmapBBDO anunciam "Revisão mesmo Volkswagen"

Novos filmes da AlmapBBDO anunciam "Revisão mesmo Volkswagen" reforçando a necessidade de serviço especializado para cuidar de sua Volkswagen. Os comerciais foram criados por Rynaldo Gondim e André Nassar com direção de criação de Dulcidio Caldeira e Luiz Sanches. A produção é da Cine com direção de Clovis Mello e fotografia de Cláudio Leone.





10 TENDÊNCIAS QUE IMPACTAM UM MERCADO DE R$ 760 BILHÕES

Datafolha e Data Popular apontam 10 tendências na baixa renda

Os dados se baseiam em mais de 100 mil entrevistas em 200 cidades brasileiras

Data Popular e Datafolha divulgaram os primeiros resultados da parceria que resultou na ferramenta "Mercados da Maioria", que estuda as classes C, D e E. Motivados por dados que apontam que esse público responde por 85% da população, 69% dos cartões de crédito e 70% de tudo que se compra no supermercado, os dois institutos identificaram dez tendências entre os consumidores de baixa renda.

Os dados se baseiam em mais de 100 mil entrevistas em 200 cidades brasileiras, inclusive com profissionais que lidam com esse público, como manicure, professores, cobradores de ônibus, ou mesmo antropólogos e economistas. Também foi analisada a cultura popular, através de ditados populares, músicas, novelas e revistas, por exemplo.

10 TENDÊNCIAS QUE IMPACTAM UM MERCADO DE R$ 760 BILHÕES

1 – CONSUMO DE INCLUSÃO
Diferente do cliente tradicional, a descoberta do consumo faz com que o mercado emergente desenvolva um jeito próprio e inclusivo de comprar. As marcas que forem didáticas e apresentarem esse novo universo de consumo terão a fidelidade das classes C, D e E

“Agora, eu escolho”

2 – IDENTIDADE E AUTO-ESTIMA

A base da pirâmide está mais consciente da sua importância na sociedade e valorizarão cada vez mais as suas conquistas enaltecendo a relação com as suas origens, sua história e suas características.

“Agora, eu tenho orgulho”

3 – ACESSO E QUALIDADE

Com maior poder de consumo exigirão cada vez mais. Melhores produtos, melhores governos, melhor qualidade de vida. As marcas que se souberem conjugar a melhor relação custo-benefício será recompensado com sua fidelidade.

“Agora, eu Posso”

4 – EDUCAÇÃO COMO INVESTIMENTO

As famílias de baixa renda se conscientizaram que através da educação podem mais. De maneira muito funcional investirão cada vez mais na educação dos filhos pensando no próprio futuro.

“Agora, eu sei, faço e aconteço”

5 – JUVENTUDE E GERAÇÃO C

Os atuais jovens da baixa renda são mais escolarizados, mais informados e mais economicamente ativos que seus pais. Formarão um novo perfil de cidadãos e consumidores que serão a maioria da população brasileira. O Brasil de amanhã terá mais as características dos jovens da atual baixa renda.

“Agora, tudo é do meu jeito”

6 – VAIDADE E BELEZA COMO INCLUSÃO

Estar bem arrumada diminui as barreiras sociais que dificultam a inclusão da base da pirâmide. Com maior acesso aos produtos de beleza e aos tratamentos estéticos novos padrões de beleza serão mais abrangentes e as marcas deverão estar atentas as novas tendências dessa maioria.

“Agora, eu sou mais eu.”

7 – NOVOS PAPÉIS, NOVA FAMÍLIA

Os papéis dos homens e mulheres já não são mais os mesmos. Com o crescimento do poder (consciência, status e renda) as mulheres da baixa renda, estarão mais independentes e construirão uma outra relação familiar. Isso implicará no desenho de uma nova família, cada vez menor e com uma renda per capita maior.

“Agora eu não dependo de ninguém”

8 – REDES, DICAS E BOCA A BOCA

As classes baixas sempre dependeram mais uns dos outros para viver, ou seja, cresceram e aprenderam a conviver em um ambiente colaborativo. Aliada as novas tecnologias e a disseminação das redes sociais, a baixa renda potencializará as suas já extensas relações sociais.

“Agora, eu tenho mais meus amigos.”

9 – CAPILARIDADE E SEGMENTAÇÃO

A geografia dos bairros e os diferentes tipos sociais das pessoas de baixas renda, exigem diferentes formatos de produtos e distribuição das cias. Os canais de venda deverão ter maior capilaridade, e as marcas trabalharão produtos segmentados para uma grande massa de consumidores.

“Agora, tem mais do jeito que eu quero.”

10 – TECNOLOGIA COMO INVESTIMENTO

A penetração de tecnologia da informação está em plena expansão nas classes baixas, principalmente através dos jovens populares. Tecnologia é vista como investimento no futuro profissional e como canal de acesso as informações antes restritas a minoria da população brasileira

“Agora, eu me conecto.”

Audi reformula identidade visual

Projeto gráfico celebra 100 anos de mercado da montadora alemã

A Audi está investindo em sua marca e apresenta nova identidade visual para celebrar seus 100 anos de mercado. O projeto gráfico criado ressalta a evolução por meio da tecnologia e o compromisso da montadora alemã com novas tendências. As quatro argolas que simbolizam a marca ganharam forma dimensional e realista, o que aumenta a percepção da nova marca.

A tipografia da fonte da marca também foi alterada após um concurso mundial de tipografia realizado em 2008 para escolher a nova “fonte Audi”. Já as cores da marca serão representadas obrigatoriamente por prata, branco e vermelho. A nova identidade visual da Audi já está inserida em todas as ações de comunicação da companhia.

Fonte: http://www.mundodomarketing.com.br/5,11416,audi-reformula-identidade-visual.htm

Um campanha diferente para Axe Day e Axe Night

Um anúncio impresso para o lançamento das linhas Axe Day e Axe Night, no Uruguai, aparecia incompleto. Esse era o começo para o que o Gizmodo chamou de melhor uso de SMS na publicidade até hoje.

A peça diz: “Para completar esse anúncio, envie a mensagem AXE para 2345 depois das 21h.”

Momentos depois, o usuário recebe uma mensagem multimídia no celular contendo o restante da imagem. A criação é da agência Lowe Ginkgo, de Montevidéu.

Uma nova produção foi criada para as Havaianas

Não há mulher que deixe passar despercebidamente a presença do ator Cauã Reymond. Seja da idade que for. É o que confirma o novo comercial das Havaianas, “Avó”, criado pela AlmapBBDO. No roteiro, uma senhora conversa com a neta em um restaurante. No papo, ela repreende carinhosamente a moça por estar de chinelos. A garota, vivida pela atriz Jessica Nigro, explica que não são chinelos, mas as Havaianas Fit. Nesse momento, entra Cauã Reymond; as duas, lógico, param imediatamente de falar para observá-lo. A conversa muda de rumo e termina com a avó surpreendendo a neta e os telespectadores.

Como este filme não fora bem recebido por uma parte dos telespectadores, uma nova produção foi criada pela agência para Havaianas. O comercial, que já está no ar, tem intuito de agradar a todos. A mesma avó, que dava conselhos sexuais à sua neta, aparece agora para avisar que a produção antecessora deixará de ser veiculada nas televisões e estará disponível apenas na internet, através do site da empresa.


Novo comercial da TIM com o Blue Man Group

A Neogama BBH, para apresentar a maior cobertura móvel do País e anunciar o investimento de mais de 2 bilhões da TIM em qualidade de sinal e estrutura, apresenta o novo comercial da empresa de telefonia com o Blue Man Group. Utilizando de uma impactante linguagem visual, a produção, numa metáfora sobre a área de alcance da operadora, mostra um gigantesco tecido azul que flutua cobrindo os céus de todo o Brasil. Pontos turísticos nacionais, como a Ponte Estaiada, o Cristo Redentor e o Congresso Nacional, aparecem no filme sendo encobertos pelos homens azuis. No final do comercial de 45 segundo, uma locução reforça: “É a TIM trabalhando para você ter a melhor cobertura e qualidade de sinal. TIM. Você, sem fronteiras”



Ficha técnica
Criação: Alexandre Gama, Isabella Paulelli e Felipe Massis
Diretores de criação: Márcio Ribas e Wilson Mateos
Diretor geral de criação: Alexandre Gama
RTVC: Xanna D’Aguiar e Fernanda Crespo
Produtora: Mixer
Direção: João Caetano Feyer
Fotografia: Lito Mendes da Rocha
Montador: Ivan Kanter Goldman
Finalização: Equipe Mixer e Tribbo Post
Trilha: A9
Atendimento: Silvia Tommasini, Pedro Fragata e Natalia Menezes
Aprovação pelo cliente: Rogério Takayanagi, Roger Sole, Fernanda Cozac e Flávia Toledo

O livro Top of mind - O desafio de ser lembrado e reconhecido

O livro Top of mind - O desafio de ser lembrado e reconhecido, escrito por Enio Carvalho, é o principal lançamento deste mês da Editora M.Books. A obra, que serve como importante registro histórico com informações qualificadas sobre os desempenhos das marcas de 500 empresas ao longo das últimas décadas, terá noite de autógrafos no dia 29 de setembro, a partir das 19:00, no Shopping Center Paralela de Salvador, na Bahia.

Filme institucional da companhia aérea Gol.

A Conspira Corp, núcleo de conteúdo corporativo e branded content do Grupo Conspiração, produziu o primeiro filme institucional da companhia aérea Gol. A mensagem, que terá versões em pelo menos sete idiomas, será usada em apresentações que o presidente da companhia, Constantino de Oliveira Jr., e membros de sua diretoria farão no Brasil e no exterior para parceiros e possíveis investidores. Com direção de Billy Castilho, o vídeo reúne captações originais da Conspira Corp no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com antigas imagens do acervo da companhia. O conceito especialmente desenvolvido pela Conspira Corp faz associação entre o statement da Gol – Linhas Aéreas Inteligentes – e as conexões das sinapses no cérebro. Núcleo de criação, formatação, produção e finalização de conteúdo corporativo e branded content, a Conspira Corp tem estrutura de pesquisa, roteiro, direção e pós-produção para audiovisuais que transmitam mensagens corporativas de marca s e empresas para qualquer público alvo (interno ou externo).

Ficha técnica
Diretor: Billy Castilho
Produção executiva: Claudio Henrique
Coordenadora geral de produção: Renata Brandão
Atendimento Comercial: Fabio Trevisan
Roteiro: Leonardo Paiva
Produtores: Tania Salomé e Castilho
Assistentes de produção: Mariana Paradiso e Ricardo Salomão
Assistentes de direção: Diego Castilho e Daniel Araújo
Fotografia: João Itaboraí
Editores: Augusto Soares
Arte: Pablo Gallardo
Assistente de arte: Andrea van Caspel
Colorista: Daniel Martins
Trilha: Maurício Tagliari – YB
Finalizadora: Tania Salomé

Entrará no ar em 1º de outubro a 122ª exibidora da Rede Globo

Entrará no ar em 1º de outubro a 122ª exibidora da Rede Globo, a TV Verdes Mares Cariri, com sede na cidade de Juazeiro do Norte, localizada na região Sul do estado do Ceará. A TV Verdes Mares Cariri cobrirá 66 municípios com mais de 1 milhão e setecentos mil telespectadores potenciais. A nova emissora é a segunda afiliada no Ceará, do mesmo grupo. Até então, a região Sul do Estado era coberta pela TV Verdes Mares de Fortaleza. Como todas as demais emissoras da Rede Globo, a TV Verdes Mares Cariri tem suas próprias equipes de jornalismo e comercialização. Antenas e transmissores garantem melhor qualidade de sinal e uma cobertura mais capilar da região. O padrão de qualidade da Globo poderá ser visto pelo telespectador e percebido no atendimento ao anunciante. Porém, com a cor e sotaque locais, compromisso este que rege a relação de afiliação. Com a TV Verdes Mares Cariri, a Rede Globo passa a ser composta por 122 emissoras, destas cinco são emissoras Globo e 117 são emissoras afiliadas, divididas pelo Brasil da seguinte forma: 30 emissoras no Sudeste, 26 no Sul, 24 no Nordeste, 26 no Norte e 16 no Centro-Oeste. Somados ao jornalismo exibido de manhã, na hora do almoço e no início da noite, as afiliadas produzem cerca de outros 90 programas locais de gêneros diversos, como show, esporte, turismo, culinário, rural e saúde, entre outros. Semanalmente, chegam a dedicar 14 horas à produção regional.

Alpargatas doa 7% das vendas de Havainas Ipê ao Instituto des Pesquisas Ecológicas

A questão da sustentabilidade e a preocupação com nosso sistema ecológico parecem ter conquistado boa visibilidade nos planejamentos de comunicação de grandes anunciantes. A Alpargatas está entre eles, como prova o belíssimo anúncios criado pela AlmapBBDO para o lançamento de Havaianas Ipê, cuja mensagem está atrelada à defesa da fauna e flora brasileiras.

O plano de mídia envolve veiculação do anúncio em revistas, entre elas os títulos que se dedicam ao meio ambiente.


Além de promover a linha Havaianas Ipê, a estratégia publicitária propaga a parceria entre a marca e o Instituto de Pesquisas Ecológicas, que tem metas alinhadas à preservação de nosso ecossistema.


Parte da renda obtida com a comercialização das Havaianas Ipê que trazem estampas temáticas com os animais no solado, será destinada aos trabalhos de cuidado com a biodiversidade das florestas do País. Como declara o texto do anúncio, compradores do produto estarão contribuindo com a natureza através da Alpagargatas, que repassará 7% do valor das vendas das sandálias ao instituto, que tem na fauna e flora da Mata Atlântica, da Amazônia e do Pantanal seu principal foco de atuação.

Ficha técnica
Diretor de criação: Marcello Serpa e Marcus Sulzbacher Diretor de arte: Pedro Zuccolini Ilustrador: Pedro Zuccolini e René Corini Fotógrafo: Daishi Paes Produtor gráfico: José Roberto Bezerra Atendimento: Cristina Chacon, Marina Fernandes e Marina Leal Planejamento: Cintia Gonçalves, Sabrina Guzzon e Amanda Thomas Mídia: Carla Durighetto, Camila Bertoli e Carolina Cabral Aprovação pelo cliente: Carla Schmitzberger e Christina Assumpção

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

NESTLÉ ESTREIA CAMPANHA INSPIRADA EM QUADRO DO PROGRAMA FANTÁSTICO

Um dos quadros de grande audiência no Fantástico (Rede Globo), o Gols da Rodada, serviu de inspiração para o novo filme criado pela W/ para divulgar a "Promoção Nestlé Nós Torcemos Por Você".

Apresentado todos os domingos por Tadeu Schmidt, sempre que um craque dos nossos gramados perde um gol feito, entra em campo Dona Janira, mãe do apresentador, mostrando que até ela seria capaz de finalizar a jogada.

Criado e produzido em um curto espaço de tempo, o comercial de 30 segundos faz paródia sobre o quadro do programa. Um menino, o Tadeuzinho, pede pra que sua mãe mostre às demais que a promoção é imperdível.

O filme, que faz uma analogia bem humorada entre os campos de futebol e um supermercado, será lançado neste domingo, 27 de setembro, no intervalo do Fantástico.



Ficha técnica
Criação: Washington Olivetto e Gastão Moreira
Direção de criação: Washington Olivetto
Produção: Film Planet
Direção: Flávia Moraes e Marcel Mallio
Produtora de som: Satélite Áudio
Atendimento: João Jote e Cristina Haynes
Aprovação pelo cliente: Izael Sinem

GISELE BUNDCHEN DESFILA AS CORES DA AQUARELA MARINHA PARA LANÇAMENTO DA GRENDENE

Depois de tomar chuva no sambódromo, fazer parar as cidades de Los Angeles e Rio de Janeiro, visitar uma tribo indígena e ficar com a pele tatuada por temas típicos do nosso País, Gisele Bundchen, para divulgar as sandálias e chinelos da Grendene que levam seu nome, irá desfilar numa aquarela marinha e naturalista mostrando todas as cores e elementos da vida aquática brasileira.

Seguindo costume adotado em campanhas anteriores, nas quais sempre apoiou uma ONG socioambiental, o Projeto Tamar foi o escolhido para esse lançamento.

Um filme de 30 segundos, com forte apelo visual e anúncio para mídia impressa, traz a modelo sempre rodeada pelo colorido da aquarela. A agência W/ é a responsável pela criação de toda estratégia de comunicação.


Com o tema "Muita cor, muita vida", as ações irão divulgar a nova coleção idelizada pela top brasileira para a marca de sandálias.

Ficha técnica
Criação: Rui Branquinho e Guime Davidson Direção de criação: Rui Branquinho e Washington Olivetto Produção: Vetor Zero/Lobo Direção: Mateus de Paula Santos. Trilha: Raw Produtora de Áudio Produção gráfica: Julio Coralli Atendimento: Fernanda Costa e Jorge Maio Aprovação pelo cliente: Marcius dal Bó, Andrea Klemm e Rodrigo Vicêncio

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Perfil da rede social é o novo currículo

Cada vez mais empresas utilizam redes sociais para buscar profissionais no mercado. Saiba aproveitar essa tendência

Seu perfil do Facebook, Myspace, ou Orkut e as opiniões postadas no seu Twitter e blog formam seu novo currículo. Pesquisa do site Jobvite.com apontou que 68% das empresas pelo mundo já utilizam redes de relacionamento para dar suporte à seleção de candidatos. Segundo o site, o Linkedin é o mais usado em processos de recrutamento: usado por 95% das empresas. Facebook fica em segundo, com 59% e o Twitter em terceiro com 42%.

Segundo Priscila D´Addio, gerente de Negócios e Relacionamento da Career Center, consultoria especializada em gestão de RH, além de custo – muito mais barato ou sem custo algum –, com essa nova forma de seleção, o recrutador consegue avaliar o perfil pessoal além de validar com algumas pessoas de referência as competências do candidato. “Nada substitui a entrevista presencial, mas esta nova forma de busca permite ao entrevistador trazer os profissionais bem mais adequados para a entrevista”, observa.

Quem quer aproveitar a rede para ficar “bem na fita”, uma das dicas de Priscila é deixar o perfil sempre atualizado e público (para que possa aparecer em outras ferramentas de busca). Solicitar recomendações ou indicações dos contatos da sua rede, principalmente de ex-colegas ou ex-chefes, pode dar credibilidade ao seu perfil. Acompanhe outras dicas para cada rede social:

- Linkedin:
diversos recrutadores procuram talentos nesse site. Mantenha sempre atualizado o “professional headline”: aqui é possível dar atenção especial para as competências profissionais. É importante utilizar palavras-chave para se destacar nas buscas. Vale exercitar o lado ‘marketeiro’, por exemplo: troque “Auditor Sênior da Ernest&Young” por “Auditor Interno para uma das 100 empresas listadas na Fortune”.

- Facebook: esse site de relacionamento é um dos mais consultados pelas empresas, o que pode ser bom, pois gera maior visibilidade profissional. É possível publicar interesses e conhecimentos, portanto busque aproveitar a sua expertise e fazer conexão a grupos e discussões nos quais possa expressar seus conhecimentos. Mas tome cuidado com as comunidades as quais você pertence e com os comentários que publica. Pode ser que tenha alguma empresa de olho no perfil. Nunca se sabe quem pode fazer uma busca profissional.

- Twitter:
mesmo sendo um site de micromensagens é possível focar na expertise e nos conhecimentos, informações mais importantes do que pensamentos pontuais de ‘pós-almoço’. É importante fazer um perfil com nome, link, localização e um minicurrículo. Siga pessoas do mercado de atuação de seu interesse ou no qual gostaria de trabalhar. Seja verdadeiro e íntegro, pois há diversas pessoas seguindo seu perfil no twitter.

- Blog: essa é uma das ferramentas estratégicas para demonstrar o conhecimento sobre determinado assunto, bem como sentimentos e pensamentos. Se o objetivo é divulgar o blog abertamente, é imprescindível ter uma boa redação, consistência e credibilidade nos textos.

Fonte: http://consumidormoderno.uol.com.br/canais/recursos-humanos/perfil-da-rede-social-e-o-novo-curriculo/view

Mais barato

73% dos brasileiros usam a internet para comparar preços é o que diz estudo da Gouvêa de Souza & MD

Antes de ir às lojas, 44 milhões de brasileiros pesquisam produtos e preços na internet é o que revela o estudo “Neoconsumidor. Decifra-me ou te devoro” elaborado pela GS&MD–Gouvêa de Souza. É um exemplo da revolução digital e o poder crescente de mídias como internet, celular e TV digital que obrigam o comércio a mudar sua forma de fazer negócio.

Realizado em 11 países (Alemanha, Dinamarca, Portugal, Austrália, Espanha, Reino Unido, Brasil, EUA, Romênia, Canadá e França), o estudo teve por objetivo diferenciar o conceito das vantagens e desvantagens, expectativas, frustrações, preferências do consumidor, além de demonstrar como irão se portar os diferentes perfis de clientes diante dos novos canais de relacionamento e vendas. Em termos globais, 52% dos consumidores entrevistados utilizam sites especializados em comparação de preços. Um índice que atinge 73% no Brasil, muito próximo dos 74% verificados no Reino Unido, um dos mercados online mais desenvolvidos do mundo; e dos 76% da Austrália, onde também existe um aculturamento dos consumidores para buscar os melhores preços.

Paralelamente a isso, passa a ser esperado que uma empresa não apenas conte com uma página na internet, mas ofereça a possibilidade de comprar por ela. Em âmbito global, 34% dos 5.500 entrevistados disseram ficar desapontados quando suas lojas preferidas não vendem pela web. Um índice que é especialmente forte na população entre 19 e 34 anos, mais fortemente impactada pela internet e menos disposta a esperar para ter seus desejos atendidos. “Se a empresa só tem um canal de compras a tendência é que perca clientes”, observa o sócio sênior Luiz Góes, responsável pela pesquisa.

Esse movimento cria uma enorme pressão competitiva e reduz as margens de operação do varejo. “O poder de deter a informação exacerba o comportamento crítico do consumidor, que aumenta seu nível de exigência para obter sempre mais por menos e cria desafios para indústria e varejo, que precisam inovar para reduzir seus custos ou aumentar o valor agregado de seus produtos”, finaliza Góes.

Fonte: http://consumidormoderno.uol.com.br/canais/relacoes-de-consumo/mais-barato/view

Empresas cada vez mais presentes no Twitter...

O micro-bloque Twitter tem aberto uma janela enorme de comunicação e conquistado fãs em todo o mundo. A febre pelas Redes sociais tem arrastados multidões. Só no Twitter já são mais de 56 milhões de usuários no mundo (fonte: JcOnline). E a tendência é que as empresas cada vez entrem nesse mundo virtual, onde muitos de seus clientes se encontram.

Essas inovações além de uma publicidade gratuita (como o caso do Twitter), às empresas conseguem um status de moderna e jovem, visto que o público dessas redes sociais têm esse perfil. Aqui no Ceará inúmeras empresas já tem aderido o Twitter como meio de se comunicar com seus clientes, promover suas marcas e está próximos de cada consumidor. É caso de empresas como @opovo; @diarioonline; e a mais recente a chegada da @coelce.

Isso mostra o grande potencial que há para expansão dessas comunicações e que muito em breve as empresas, ao elaborarem seu plano de comunicação, não deverão ignorar essa tendência que já é muito forte.

O call center já garantiu o seu espaço

Vivemos em meio a uma febre chamada mídia social. Originalmente criada para reunir grupos de amigos, familiares ou pessoas (com afinidades pelos mais variados temas), ela já está sendo explorada comercialmente pelas empresas, como forma de aproximação de seu público alvo. Essa abordagem comercial das mídias sociais, no entanto, ainda engatinha e tem um longo caminho a percorrer.

Enquanto amadurecemos a idéia, a esfera corporativa ainda conta com diferentes canais de comunicação muito eficientes para o contato com o cliente. E, para esse propósito, o sistema de Contact Center ainda é o mais eficaz entre eles.

O serviço chegou a ser rotulado como uma comunicação agressiva ao cliente, em função principalmente do “ataque” massificado utilizado por bancos e companhias telefônicas, entre outros, o que impulsionou a criação de lei que permite ao consumidor se cadastrar em uma lista que proíbe as empresas de entrar em contato com esse cliente.

Todavia, a medida, que vigora desde abril, teve apenas 520 mil aparelhos cadastrados até meados de setembro, segundo o Procon Paulista. As empresas de Contact Center receberam a notícia com certo alívio, pois, seus colaboradores contatarão apenas os supostos interessados em receber algum tipo de oferta via telefone.

O segmento ganhou ainda mais força durante a fase de turbulência econômica, que já dá fortes sinais de aquecimento. Contrariando as ondas de demissões ocorridas em diversos setores da economia, durante esse período entre outubro de 2008 e abril de 2009, o segmento abriu cada vez mais vagas e movimentou R$ 6,8 bilhões no País no primeiro semestre, uma alta de 12% ante o mesmo período do ano passado.

Entretanto, a aproximação e intimidade proporcionada pelo contato direto do telemarketing também traz seus riscos. Se o atendimento não tiver qualidade ou se ele não fornecer informações relevantes para os atuais e possíveis clientes, a empresa pode perder, e muito. Isso é ainda mais evidente quando comparamos mercados muito semelhantes, como que se diferenciam pouco na oferta de serviços e taxas. Nessas ocasiões, o atendimento faz toda a diferença na conquista do público comprador.

Para conquistar maior receptividade, é preciso trilhar um caminho de construção do relacionamento. Nesta esteira, cresce a demanda por profissionais mais qualificados, principalmente para o serviço de outbound (call center ativo), exigindo das empresas uma seleção mais criteriosa dos candidatos às vagas, que naturalmente demandam um dom nato para vender pelo telefone, algo que atualmente encontra-se na internet ou varejo.

Dentro desse contexto, profissionais com mais desenvoltura, domínio do idioma, carisma e tino comercial se destacam, ainda mais por conta da escassez de talentos que o segmento enfrenta. Serão eles os responsáveis pelo fortalecimento do nome da empresa, oferecendoo qualidade, bons serviços e principalmente, respeito ao consumidor.

Bianca Machado da Silva é gerente de vendas corporativas da matriz paulistana da Manpower. Possui formação em direito com experiência profissional concentrada na área comercial, junto a equipes de vendas, telemarketing e call center de grandes empresas. Na Manpower, sua atuação está direcionada à implantação de constantes melhorias no departamento de Contact Center, além de mapear oportunidades para a realização de parcerias e trabalhar pela consolidação e crescimento da companhia no País.

Fonte: http://portaldocallcenter.consumidormoderno.com.br/seu-espaco/colunistas/bianca-machado/o-call-center-ja-garantiu-o-seu-espaco/view

Experiências digitais trazem vida para sua marca

Edgardo Tettamanti, head de marketing da MasterCard América Latina e Caribe, comenta sobre como as pessoas se tornam uma excelente fonte de recomendação para produtos e marcas utilizando canais digitais

Na era digital, as pessoas estão rapidamente se tornando a melhor fonte de recomendações para produtos e marcas. Uma análise on-line, um post para um blog ou um twitter podem influenciar milhares de consumidores acostumados com a tecnologia. Hoje, a gestão efetiva de marcas depende de seu engajamento com os consumidores.

A evolução das marcas no ambiente digital é a chave para interagir com consumidores modernos de uma maneira relevante. E empresas que incorporam essa nova maneira de pensar estão liderando o movimento de evolução das suas marcas.

Já acostumados a encontrar respostas personalizadas on-line para as perguntas a respeito de compras, hoje os consumidores estão compartilhando as informações nas quais confiam com parentes, amigos e colegas por meio de redes sociais. A propaganda boca-a-boca está se transformando em tendência on-line – porque é mais rápida, amigável e importante que nunca.

É essencial que a empresa se adapte para aproveitar esse mercado colaborativo. O uso da tecnologia deve ser a maior prioridade na execução de uma estratégia de evolução de marca eficiente e ousada.

Uma presença forte on-line pode ajudar a construir a relevância da marca, mas o engajamento digital é o caminho do futuro. Uma plataforma digital, personalizada e inédita pode reafirmar o envolvimento e dirigir o comportamento do consumidor. Além de, oferecer uma visão mais direta das preferências e estilos de vida. Plataformas interativas baseadas na web estão revolucionando a gestão de marcas na era da Informação.

A proliferação de redes on-line – sejam sociais, setoriais, comunitárias ou baseadas em grupos de interesses - facilitam a busca por públicos-alvos específicos. Mas, para criar uma impressão duradoura e influenciar comportamentos, o importante é alinhar a marca com a prioridade do consumidor.

Esse tipo de conexão permite integrar as marca nas experiências on-line do cotidiano do consumidor-internauta. Ao objetivar os interesses do consumidor, reforçamos a marca por meio de ligações emocionais. Ao engajar o consumidor dentro da sua própria história, a marca pode se tornar uma parte das vidas desse internauta.

No mercado latino-americano, a paixão é equivalente ao futebol, e os torcedores do futebol representam um grupo de consumidores vibrante. Criando engajamento com ele numa campanha on-line a empresa poderá se transformar numa marca que promove e patrocina a paixão do torcedor.

No México e no Brasil, onde mais de 70% dos consumidores são usuários de redes sociais1, seu negócio pode aproveitar dessa paixão com campanhas focadas exclusivamente em indivíduos.

Pesquisas de mercado mostram que, acima de tudo, o consumidor de hoje quer experiências ligadas às coisas que “realmente valem a pena” na vida – tempo, liberdade, amor, conforto. E, claro, o que for mais importante para eles.

Um dos principais objetivos da campanha premiada “Não tem preço” foi de sempre evoluir para atender às demandas do consumidor, que estão constantemente mudando. Hoje, isso requer um foco em tecnologia para melhorar a interação com o consumidor e se concentrar nos interesses e nas paixões do consumidor para criar confiança.

1. Active Internet Universe Estimates: UM Social Media Tracker, 2008

Edgardo Tettamanti é head de marketing da MasterCard América Latina e Caribe

Fonte: http://portaldocallcenter.consumidormoderno.com.br/seu-espaco/variedades/experiencias-digitais-trazem-vida-para-sua-marca



Twitter prepara-se para encaixar 100 milhões de dólares e ficar avaliado em mil milhões

O Twitter, que é definido, na “wikipédia”, como uma “rede social” ou como um “micro-blogue” e que ainda não tem uma fonte de receitas, pode ter conseguido angariar 100 milhões de dólares, por uma fatia do capital que o avalia em mil milhões de dólares, disse um pessoa informada dos planos da empresa à Bloomberg.

O Twitter tem 60 funcionários e embora esteja a experimentar introduzir publicidade no seu “Web Site”, Biz Stone, um dos fundadores do seus fundadores, disse que não espera estar a funcionar com publicidade antes de 2010.

Ainda assim a aposta na empresa, está longe de ser comparável as apostas cegas que se faziam nas empresas de “Internet”, durante a bolha tecnológica. Os seus três anos e meio de funcionamento, a plataforma tem atraído a atenção dos meios de comunicação, e o “site” da empresa tem 54 milhões de visitas por mês, de acordo com a Bloomberg, que cita a comScore.

A par com o Facebook, esta é a plataforma que está a restaurar a “Internet” como base de partilha dos mais triviais “bits” de informação. “Deve haver menos de cinco exemplos, de empresas que cresceram como o Twitter está a crescer”, disse o CEO da Betaworks, John Borthwick, que opera no sector.

A mesma pessoa põe o Twitter lado a lado com o Google e o Facebook, representando “uma camada seguinte de inovação na ‘Internet’”. “Este investimento acontece porque [o Twitter] representa uma mudança”, acrescenta.

Ferramenta do Iphone que permite localizar bares que sirvam cerveja Heineken

Bebedores de plantão passarão a contar com a ferramenta do Iphone que permite localizar bares que sirvam cerveja Heineken as praças de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe. O aplicativo, desenvolvido em conjunto pelas agências Fischer+Fala! e On Interactive, pode ser baixado pelo usuário pela loja do Itunes.

VIVO - RECARREGUE E GANHE - Macarena.

A campanha publicitária para a nova promoção de recarga da Vivo, criada pela DPZ, tem conteúdo para internet, filme na TV, inserção no rádio e material em PDV. No comercial "Macarena", uma mulher compra um cartão de recarga em uma banca, quando fica sabendo da chance de ganhar mil reais em bônus. O destaque fica por conta do jornaleiro, que explica a ação por meio de uma música adaptada do sucesso da década de 90 que dá nome à produção.



Ficha Técnica
Diretor de criação: Francesc Petit, José Zaragoza, Diego Zaragoza e Fernando Rodrigues.
Criação: Ricardo Velloso, Ronaldo Ferreira e Kleber Fonseca
Produtora de imagem: Delicatessen Filmes
Direção de imagem: Gustavo Leme
Fotografia: Andre Modgno
Montage m: Onon e Gustavo Leme
Produtora de trilha: YB
Finalização: Casablanca
Computação: Laruccia Effects
RTVC: Paulo Moraes e Vanessa Wallner
Atendimento agência: Tonico Pereira, Sergio Ribeiro e Fernanda Widonsck
Aprovação pelo cliente: Cristina Duclos, Marina Daineze Tatiana Magliari, Ingrid Santos e Maria Elizabeth Moreira

No trânsito, a vida é dos mais prudentes

Tendo em vista o grande número de mortes causadas por acidentes envolvendo motos em Pernambuco, a Puma Publicidade criou a campanha “No trânsito, a vida é dos mais prudentes” para o Detran do Estado. Buscando atingir, em especial, motociclistas de municípios de pequeno porte, onde a utilização do veículo é feita, muitas vezes, sem regulamentação e controle, a agência preparou dois VTs para televisão, spot para rádio, anúncios em jornais e outbus. As ações visam reforçar a necessidade de equipamentos de proteção e cautela no trânsito. Atividades educativas com intuito de promover a conscientização no trânsito complementam a estratégia de comunicação.

Bradesco lança primeiro aplicativo brasileiro com realidade aumentada para iPhone

O Bradesco irá lançar em breve o primeiro aplicativo brasileiro com realidade aumentada para iPhone. Intitulada “Presença”, a nova assinatura da marca, a ferramenta ajuda a encontrar os pontos de atendimento do banco mais próximos de acordo com a sua localização.

O vídeo abaixo é uma demonstração do aplicativo. No começo tudo normal, mas a coisa começa a ficar interessante a partir de 1m50s. Ao levantar o iPhone, os pontos localizados são mostrados no horizonte, indicando o caminho que o usuário deve seguir em tempo real.

Com criação da Insula/NeogamaBBH, e produção da Maya, o aplicativo promete funcionar em todo o Brasil.




Burn Playlouder

O projeto Burn Playlouder, que animou noitadas nas casas noturnas de Porto Alegre (RS) em 2008, terá nova edição, no dia 1º de outubro, com formato e estratégia de divulgação desenvolvidos pela DCS Comunicações. Baseada no conceito “A noite é imprevisível”, a campanha conta com peças para rádios, banners interativos em sites e flyer-poster com informações. Através do hotsite www.burnplaylouder.com.br, os internautas encontram novidades sobre as próximas realizações

Alegria, alegria


Get the Flash Player to see this player.





As rádios de Porto Alegre veiculam a partir de hoje o novo jingle criado pela Paim Comunicação para o Grupo Hospitalar Conceição (GHC). Com intuito de desenvolver um material diferente das produções realizadas para doação de sangue, a peça busca conquistar e sensibilizar o público através da alegria.

Deixando de lado o drama corriqueiro quando o assunto é veicular campanha sobre o tema, a equipe de criação buscou elaborar um produto que impactasse pelo bom humor para que os gaúchos pudessem levar a mensagem adiante.

Desenvolvida com o conceito “Tudo tem imitação, menos sangue. Por isso precisamos da sua doação”, a peça aborda a questão sob um prisma descontraído, usando imitadores de personalidades como Silvio Santos e Pelé na tentativa de fazer com que a campanha seja disseminada e, assim, traga retorno ao GHC.

CHILE, MUITO MAIS QUE UM EXPORTADOR DE COBRE

O Chile tem uma longa experiência e tradição tanto na exploração mineira como no processamento e industrialização de seus produtos derivados. De fato, é o principal país com reservas mundiais de cobre, com uma variedade importante de minerais metálicos e não metálicos. É também um dos principais exportadores de cobre, não só a respeito de cátodos, mas também de manufaturas. E ainda que para este ano se preveja uma diminuição nas exportações mineiras devido à crise econômica, a atividade já começa a dar amostras de recuperação.

Os grandes projetos mineiros que o Chile implementou nas últimas décadas contaram com o apoio de uma indústria nacional de pequenas e médias empresas capazes de fornecer soluções eficientes, especializadas, integrais e de alta tecnologia, que colocam à disposição dos diferentes processos da atividade mineira. São os denominados “fornecedores da mineração”.

Depois de vários anos de contínuas melhorias, hoje eles são capazes de oferecer uma variada oferta de bens e serviços exportáveis que cumprem com os padrões de qualidade exigidos pelos grandes mercados mundiais, competindo abertamente com países como Estados Unidos, Austrália, Canadá, África do Sul ou Suécia.

Assim, essas empresas chegaram a ser líderes em algumas linhas de produtos e serviços, como, por exemplo, martelos de perfuração, máquinas portáteis de sondagem, barras de grande diâmetro, estrutura e caldeiraria pesada, auxiliares de detonação, elementos de fortificação e estabilização de rochas, entre outros.

Trata-se de empresas que já exportam aos mais exigentes mercados do mundo e, em particular, a países com e sem tradição mineira da América Latina. A proximidade geográfica com estes mercados torna mais atrativo o desenvolvimento desta atividade, considerando, além disso, a complementaridade com a oferta das empresas do setor na região e o potencial de desenvolvimento da mineração em muitíssimos países latino-americanos.

Soma-se ao acima citado a tradição mineira chilena que se estabelece como o melhor aval das empresas fornecedoras chilenas para o setor, se consideramos que muitos projetos nacionais contam com investimentos externos de grandes companhias que exigem uma excelência em qualidade e serviços associados, igual à empresa estatal Codelco, reconhecida internacionalmente.

Mangas de ventilação e de ventiladores elétricos, correias transportadoras, explosivos, pás carregadoras de carga frontal, tubos flexíveis de plástico, fabricantes de filtros, de elementos de sujeição, perfuradoras hidráulicas, serviços de engenharia, empresas dedicadas à montagem e construção, utensílios e equipamentos para perfuração, são alguns dos bens e serviços que esta indústria chilena pode oferecer hoje ao mundo.

Outras empresas se especializaram na fabricação e exportação de equipamentos de sondagem, martelos e barras de perfuração de grande diâmetro, equipamentos de aço inoxidável, malhas de poliuretano e borrachas, filtros, serviços de detonação, brocas, elementos de fortificação e tubulação em geral.

Podemos garantir que se trata de uma oferta exportável de qualidade, com volumes de produção que permitem um processo de internacionalização responsável. Empresas que também cumprem rigorosas normas quanto à saúde e segurança de seus trabalhadores, o que se traduz na responsabilidade social.

O Brasil também é um país mineiro por excelência na América Latina e, portanto, podemos chegar a ter uma complementaridade muito boa com suas empresas, sempre dispostas a inovar e conhecer novas ofertas para o desenvolvimento de negócios bilaterais.

A presença do Chile na Exposibram 2009, uma das feiras mineiras mais importantes do mundo, que termina nesta quinta-feira, 24 de setembro, foi uma excelente oportunidade para que o amplo mercado brasileiro conhecesse a oferta exportável da nação. Esperamos que sejam gerados mais negócios e surjam novas ideias para contribuir a levar à prática a integração econômica em nosso continente.

BOLSA DE MULHER COMPRA CONCORRENTE E FESTEJA A MARCA DE 9 MILHÕES DE CADASTROS

O Bolsa de Mulher S.A., maior grupo de comunicação feminina multiplataforma do Brasil, controlado pela Ideiasnet, anuncia a aquisição do concorrente iTodas, portal feminino da Editora Símbolo. A aquisição faz parte do movimento de consolidação de liderança da companhia na América Latina e reforça o portfólio de oferta de conteúdo e publicidade do grupo, com 9 milhões de usuárias cadastradas na web, o que representa cerca de 30% de todas as mulheres online do País. “A compra do iTodas é mais um passo que damos para a execução do plano estratégico que traçamos para a companhia. Em três anos, nos tornamos o maior grupo de comunicação digital para mulheres no Brasil e hoje estamos na internet, celular e TV por assinatura. Iniciamos nossa expansão para outros países e estamos nos dedicando, com foco em business intelligence, em ser a empresa que mais entende de mulher no mundo. Estamos realizando tudo o que planejamos há três anos e este é só o começo”, declara Andiara Petterle, ceo do Bolsa de Mulher.

Para a Editora Símbolo, a venda significa maior foco no mercado editorial, no qual atua há 22 anos. No acordo firmado, o Bolsa de Mulher ainda torna-se responsável pela comercialização da publicidade online dos sites das revistas femininas da editora, por meio de sua rede de publicidade Pink Ad Network. Lançada há um mês, a Pink Ad Network já é a maior rede de publicidade online feminina do país e deve chegar a 150 sites no segmento nos próximos seis meses. “Nosso negócio é fazer conteúdo. Queremos focar nossos esforços em expandir o portfólio de produtos editoriais com novos lançamentos. Neste contexto, a venda do iTodas tem sentido estratégico, assim como terceirizar a comercialização da publicidade dos sites das revistas para o Bolsa, que já é reconhecido pelo mercado anunciante como mídia digital feminina”, salienta Joana Woo, presidente da Editora Símbolo.

Crescimento exponencial

De 2006 para 2009, o Bolsa de Mulher cresceu 7.000% em receita. De um simples portal feminino, tornou-se o maior grupo de comunicação feminina multiplataforma da América Latina e acaba de entrar nos Estados Unidos. São 9 milhões de mulheres cadastradas e seu portfolio de serviços e soluções vai de rede social com conteúdo a e-commerce, passando por mobile, conteúdo para TV paga e soluções em inteligência de mercado e pesquisa. Além da rede social feminina Bolsa de Mulher.com, o Bolsa de Mulher S.A. possui o Bolsa de Bebê, Bolsa Gourmet, Universidade Feminina, TeContei, Estrela Guia, Feminice, Bem Leve, Bolsa Mobile, BolsaTV, Bolso de Mujer.com (para o mercado de língua espanhola) e Pink Ad Network.

Para o trabalho de divulgação e construção da sua marca no exterior o Bolsa de Mulher contratou a agência SPARK PR, de São Francisco (Estados Unidos), responsável por cases de sucesso como Skype, Glam e Yahoo!.

“O Bolsa de Mulher é o grupo de comunicação líder do segmento no Brasil. A companhia é bem posicionada e bem estruturada, tem management altamente qualificado e saúde financeira e fôlego para investir em seus próximos passos de expansão. A companhia funciona desde cedo dentro de conceitos modernos de Governança Corporativa e está construindo uma marca forte e valiosa. A razão do sucesso é o tripé oportunidade, visão estratégica e gestão”, relata Marcelo Almeida, diretor da Ideiasnet, que detém 95% do capital do Bolsa de Mulher.

A Ideiasnet é a única companhia aberta de venture capital do Brasil. Especializada no segmento de tecnologia, tem entre seus acionistas os Grupos EBX (de Eike Batista) e Lorentzen (pertencente ao fundador do grupo Aracruz Celulose).

“Nosso pensamento ao investir é sempre de longo prazo. A orientação de alta performance, a filosofia de gestão e recursos humanos do Bolsa de Mulher são de uma empresa que se prepara desde o seu início para fazer IPO. Mas é claro que consideramos fusões estratégicas com grandes grupos de mídia de relevância mundial”, completa Almeida.

Um mercado de 23 trilhões de dólares

Em 2006, quando a Ideiasnet decidiu apostar no Bolsa de Mulher, sabia o que estava fazendo. Naquele momento, ao contrário do que ocorria nos Estados Unidos e na Europa, não havia no Brasil uma grande empresa online voltada para o público feminino. Lá fora, portais como os americanos Glam e iVillage ou o europeu Au Feminin já mostravam com números representativos a força da mulher no mercado em geral. Não é à toa que o Au Feminin está listado na Bolsa de Valores de Paris e o iVillage foi comprado por cerca de 650 milhões de dólares pela NBC. Hoje, estudos em diversas partes do mundo apontam a mulher como a bola da vez. Recente estudo do Boston Consulting Group, que foi publicado na Harvard Business Review, mostra que o mercado feminino é maior, em valores, do que os mercados chineses e indianos juntos, dominando cerca de 23 trilhões de dólares ao redor do mundo. E aponta a oportunidade: enquanto os mercados emergentes da China e da Índia já estão sendo explorados, o mercado feminino ainda está muito mal aproveitado pelas empresas.

“Temos DNA digital e estamos construindo um novo conceito em grupo de mídia, com presença global e foco em conhecer a fundo as mulheres. Estaremos onde elas estiverem e ofereceremos o que elas desejarem ou precisarem”, conta Andiara Petterle.

Sobre a Ideiasnet

A Ideiasnet é uma Venture Capital com foco em empresas do setor de tecnologia no Brasil e na América Latina. O resultado de sua estratégia bem sucedida se reflete na construção de um portfólio sólido e diversificado com 18 empresas divididas em três segmentos: E-commerce; Infraestrutura & Telecom; Mídia, Comunicação & Conteúdo. A Companhia atua em empresas de maior porte, com posição de liderança em seus segmentos de mercado, e em empresas em estado de desenvolvimento que têm significativo potencial de ganhar maior escala e reforçar a posição de liderança em seus respectivos segmentos de atuação.

Sobre a Editora Símbolo

Fundada e presidida por Joana Woo, a Editora Símbolo nasceu há 22 anos e se tornou um dos mais importantes grupos editorias de revistas do país. Seu portfólio atual conta com 12 títulos, sete em circulação (UMA, UM, Zero, Chiques & Famosos, Baby & Cia, Donna Casa & Cia, UMA Girl) e mais cinco em lançamento no próximo mês (Barbara, Mulher Executiva, Ouse, Vitta e Beauty Secrets). Com forte presença no mercado feminino e vocação para a prestação de serviços, a editora tem como foco antecipar as tendências de comportamento e acompanhar a evolução da mulher brasileira, em todos os seus aspectos.

Conheça o novo Mini Bis

A Ogilvy & Mather, em sua primeira campanha para o novo Mini Bis, buscou mesclar bom humor e mistério na idealização do filme que começará a ser exibido ainda este mês na região sul e em Belo Horizonte.



Para apresentar a nova versão em quadradinhos do chocolate, a produção mostra um garoto se deliciando com o produto, quando, de repente, as luzes se apagam e um tênis azul aparece em suas mãos. Ele, então, olha para os demais passageiros na tentativa de encontrar o dono do outro pé, mas todos ao redor estão calçados com apenas um, impossibilitando a identificação para que ele pudesse reaver o copo de Mini Bis.

Sob o conceito “Desconfie de todos”, nova assinatura da marca, a linguagem irreverente continua presente nas ações para mostrar o que as pessoas são capazes de fazer por um Bis. A produção, intitulada Sapato, também busca reforçar a praticidade da embalagem do chocolate, que, como pode ser visto, é fácil de ser levado para qualquer lugar.

O planejamento de campanha inclui mídia exterior e um filme de 10 segundos, Abacaxi, que será veiculado em cinemas. Brincando com a possibilidade do sumiço repentino do chocolate, todas as peças elaboradas estamparão a assinatura “Fácil de Levar. Desconfie de todos”.

Ficha técnica
Vp nacional de criação: Anselmo Ramos
Diretor de criação: Rubens Filho
Diretor de arte: Erico Braga
Redator: Rafael Donato
RTVC: Naná Bittencourt, Cecília Taioli e Rafael Messias
Atendimento: Valéria Barone, Mariana D'Aprile, Silvia Brihy e Stephanie Barbatto
Aprovação cliente: Mark Clouse, Romeo Lacerda e Mariana Perota
Planejamento: Marcello Magalhães e Priscilla Ceruti
Produtora do filme: Hungry Man
Diretor: Brian Billow
Produtor executivo: Alex Mehedff
Atendimento produtora: Renata Dumont
Direção de fotografia: Victor Amati
Equipe produção: Hungry Man
Montador: Fernando Vidor e Ricardo Mehedff
Finalização: Lutcolor, Tribbo Post e Equipe Hungry Man
Finalizador: Rodrigo Oliveira e equipe
Produtora de som: S de Samba
Direção: Dimi Kireeff
Criação e produção: Henrique Nicolau e Daniel Teles
Maestro: Dimi Kireeff

Nova campanha da Associação Desportiva para Deficientes (ADD)

A nova campanha criada pela age. para a Associação Desportiva para Deficientes (ADD) vai mostrar que essas pessoas são capazes de qualquer coisa. Para provar o ponto, as imagens do anúncio impresso foram registradas por um cego. Teco Bardero, formado em jornalismo, aprendeu a fotografar usando o próprio corpo em um curso especial de fotografia idealizado pelo documentarista Werinton Kermes. No site da associação, o www.add.org.br/novaCampanhaAdd/, é possível assistir ao filme de 30 segundos e ao making of da produção.

École Nationale d’Administration (ENA)

Para marcar a inauguração da primeira filial brasileira da École Nationale d’Administration (ENA) no Estado de Santa Catarina, a OneWG criou campanha composta por comercial de TV, anúncio de jornal e cartazes. Imagens de ilustres alunos franceses que passaram pela escola, como Lionel Jospin, Michel Camdessus e Jacques Chirac, foram utilizadas no intuito de reforçar a importância da instituição de ensino.

Lançamento | Novidades da linha Dijean Neo

A DCS Comunicações é a responsável pelas ações de lançamento das novidades da linha Dijean Neo. Mesclando o mundo virtual com o analógico, a campanha reproduz os ambientes do MSN e Twitter em anúncios impressos – inserções de página dupla nas revistas Capricho e Gloss fazem parte do plano de divulgação. Apostando forte na interatividade virtual, a marca lança hoje uma promoção em seu blog que irá premiar 100 internautas com um par de sapatilhas. Atualizado diariamente com novidades de diversas áreas, o www.neo.etc.br permite que as adolescentes enviem conteúdos para serem postados. A mídia eletrônica não ficou de fora. Vinhetas animadas em pixels criadas com o conceito “Compartilhar é viver o novo. O novo é Neo.” e “Adicionar é viver o novo. O novo é Neo” são exibidas durante os breaks comerciais da série Descolados (MTV) e do reality show Temporada da Moda (Boomerang). Peças de PDV desenvolvidas pela Bendito Design completam o planejamento.

Atividades preparadas pela KLIN

Ações com promotores em pontos-de-venda de todo o País e concurso cultural pela internet, que premiará o vencedor com uma viagem para Orlando, fazem parte das atividades preparadas pela KLIN, empresa do segmento de calçados infantis, para celebrar o dia das crianças e os 25 anos do grupo no Brasil. Carlos Mestriner, presidente da companhia, ressalta tratar de um momento importante, assim “nada melhor que convidar as crianças a participar da história”. O Grupo RÁI, além de desenvolver a ação virtual em parceria com o departamento de marketing da Klin, foi responsável pelos cartazes, folhetos, displays, backdrop e tapete musical personalizado presentes nas lojas da rede. O concurso, que vai até o dia 30 de outubro, é voltado para crianças de até 12 anos. Para participar, a garotada deverá completar a frase “Dia das Crianças pede diversão. Viagem pede...” através do site www.klin.com.br. O vencedor terá direito a levar dois acompanhantes para conhecer os parques temáticos norte-americanos.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Jack Johnson promove seu novo álbum com ação no Twitter

O surfista-cantor Jack Johnson encontrou uma maneira simples e eficiente de promover o seu novo álbum ao vivo, “En Concert”, através do Twitter.

Você acessa twitter.jackjohnsonmusic.com, e é convidado a se logar no Twitter para enviar uma mensagem pré-escrita para os seus seguidores, podendo ainda adicionar 24 caracteres. Assim que você mandar a twittada, ganha o download de uma música do novo disco.

Simplicidade, recompensa para o fã e garantia de repercussão na internet.

36 skatistas formam um Tetris de neon nas ruas de San Francisco

A Freebord, marca de skates, snowboards, etc, criou um Tetris no mundo real. 36 skatistas, com neon na cabeça, descem as ladeiras de San Francisco enquanto encaixam as peças.

Em pouco mais de 24 horas da publicação no YouTube, o vídeo atingiu quase 15 mil views. Podemos já chamar de viral, certo?



quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Muito boa a nova campanha da Oi.

Muito boa a nova campanha da Oi.

Esporte com arte, livro-agenda que homenageia o piloto Ayrton Senna

Produtor cultural, Fred Rossi lança a coleção Esporte com arte, livro-agenda que homenageia o piloto Ayrton Senna, que completaria, em 2010, 50 anos de idade. No total, são 53 textos sobre a vida do ídolo brasileiro, um para cada semana do ano. Parte da renda obtida com as vendas será destinada ao Instituto Ayrton Senna.

Ri Happy investe este ano em campanha para o Dia das Crianças

A revendedora de brinquedos Ri Happy investe este ano em campanha para o Dia das Crianças com o tema “Orgulho de brincar”, criada pela Trade Comunicação. Na ação, que vai de 25 de setembro e 12 de outubro, quem gastar R$ 90,00 em qualquer uma das 92 unidades do grupo receberá um bambolê do mascote Solzinho.

Vender é encantar

Luiz Galebe, presidente do Shop Tour dá show de vendas na sétima edição do Conarec

"Alguém tem alguma coisa para vender que está encalhada? Eu dou um jeito já!”, disparou Luiz Galebe na abertura do painel As lições do maior vendedor do Brasil no último dia do Congresso Nacional das Relações Empresa Cliente, Conarec 2009. De forma irreverente Galebe interagiu com o público tentando vender um carro e um GPS da platéia e comentando sobre as características do vendedor que, segundo ele, estão presentes em todas as pessoas, independentemente da profissão ou área de atuação. “Vender é encantar, é um esporte maravilhoso e o bom vendedor faz fortuna” afirmou.

Com bom humor o presidente do Shop Tour contou as dificuldades do início da carreira, quando foi chamado de louco por querer lançar um canal cuja programação seria feita apenas de propaganda, assim como os desafios atuais de manter o sucesso da rede de vendas, que hoje conta com 15 franquias e está expandindo a atuação para um portal na internet.

O vendedor lembrou ainda a importância de trabalhar com produtos confiáveis, pois representa a marca Shop Tour e lida com a confiança do público. Assim, quando desconfia ou verifica que o canal não é o melhor para o produto ou serviço do cliente prefere não anunciar. “Muitas vezes já gravei, mas não foi para o ar. Faço o cliente desistir porque sendo claro com ele garanto o cliente para sempre”.

Galebe emocionou a platéia ao contar experiências de vida, persistência e fé enquanto mencionava a dificuldade de abrir um negócio próprio ou mesmo ter um bom marketing pessoal. “A iniciativa de ir em busca do que se quer é 99% do caminho porque se eu não tivesse me mexido nada teria acontecido”, concluiu.

Fonte: http://consumidormoderno.uol.com.br/canais/relacoes-de-consumo/vender-e-encantar/view

Criatividade e Bom Humor em um anúncio de jornal


Com certa dose de humor, a Staff assina a criação da campanha alusiva ao Dia Mundial sem Carros, 23 de setembro, para a Green Nation. A estratégia de comunicação ressalta que quanto menos veículo nas ruas, mais árvores são preservadas.

As consumidoras de Seda, da Univeler, acompanham a evolução no tratamento dos cabelos

As consumidoras de Seda, da Univeler, acompanham a evolução no tratamento dos cabelos de uma modelo em ação que divulga a linha S.O.S Reconstrução Estrutural. Idealizada pela F.biz, a campanha dispõe de vídeos que mostram ser possível reconstruir os fios em 10 dias, um blog, em que as internautas são convidadas a testar o produto e um game disponível no site
http://www.reconstrucaoem10dias.com.br

terça-feira, 22 de setembro de 2009

A regulamentação do e-mail marketing

Entidades publicam versão oficial do Código de Autorregulamentação

Associações e representantes dos provedores, do setor de marketing, das empresas anunciantes e dos consumidores com a anuência do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), anunciam a publicação da versão oficial do Código de Autorregulamentação para a prática de E-Mail Marketing (CAPEM) (
clique aqui para acessar). Trata-se de uma iniciativa que visa à criação de normas técnicas e mecanismos para promover o bom uso do e-mail marketing, com a finalidade de incentivar o profissionalismo e a eficácia no uso da ferramenta.
Segundo Jaime Wagner, conselheiro representante dos provedores de acesso e conteúdo da Internet no CGI.br, não havia uma distinção clara entre o e-mail marketing e o spam (mensagens não-solicitadas e indesejadas). "O código cria uma separação clara e abrangente do que é o e-mail marketing eticamente correto, definindo por exclusão o spam, o que contribuirá para a criação ou fortalecimento de departamentos especializados nos anunciantes e nas agências, assim como empresas que atuam neste segmento. Trata-se de uma regra de conduta para aqueles que prezam pela ética, mesmo não sendo uma exigência legislativa", disse.
A regulamentação propõe a utilização do e-mail como ferramenta para divulgação de conteúdo comercial, informativo e de serviço. Entre as regras listadas no documento, estão: a aplicação do conceito soft-opt-in, que caracteriza o envio de mensagens a partir de prévia e comprovável relação comercial ou social entre o remetente e o destinatário, o envio de e-mails sem anexos - exceto certificação digital - e a disponibilidade de dois recursos para descadastramento, sendo um meio automático via link e uma alternativa de contato com a mesma finalidade. Outro requisito é a exigência de pelo menos mais um mecanismo de opt out comprovável pelo usuário além do tradicional botão de descadastramento.
Para a criação do código, foram conduzidas diversas reuniões desde maio de 2008, que contaram com a presença de 14 entidades representativas de anunciantes, provedores, consumidores e anuência do CGI.br. Em 13 de agosto deste ano, o Conselho Superior tomou posse. Sua responsabilidade é a de manter e atualizar o código, assim como promover o e-mail marketing eticamente correto. Esse conselho tem 180 dias para regulamentar o funcionamento e dar posse a um Conselho de Ética, que zelará pelo respeito ao código com o uso de medidas educativas e, em última instância, punitivas. O processo de apreciação e qualificação de denúncias, notificação e acompanhamento de medidas corretivas por parte dos anunciantes, e eventuais sanções, devem ter início a partir de março de 2010.
Assinam o Código de Autorregulamentação para a prática de E-Mail Marketing (CAPEM):

Entidade

Titular

Suplente

ABEMD - Associação Brasileira de Marketing Direto

Fernando Cirne

Edson Barbieri

ABRADI - Associação Brasileira das Agências Digitais

Rodrigo de Almeida

Jônatas Abbott

ABRANET - Associação Brasileira dos Provedores de Internet

Eduardo Parajo

Carol Conway

ABRAREC - Associação Brasileira das Relações Empresa Cliente

Stan Braz

Vitor Moraes

AGADI - Associação Gaúcha das Agências Digitais

Jônatas Abbott

Mário Witter

APADI - Associação Paulista das Agências Digitais

Cláudio Roberto Tucunduva Coelho

Marcelo Abdo

CGI.br - Comitê Gestor da Internet no Brasil

Jaime Barreiro Wagner

Henrique Faulhaber

FECOMÉRCIO/RS - Federação do Comércio do Estado do Rio Grande do Sul

Flávio Roberto Sabbadini

Renato Turk Faria

FECOMÉRCIO/SP - Federação do Comércio do Estado de São Paulo

Renato Ópice Blum

Rony Vaizof

FEDERASUL -Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul

Rodrigo Azevedo

Jaime Barreiro Wagner

IAB - Interactive Advertising Bureau do Brasil

Walter Sabini Jr.

Ari Meneghini

INTERNETSUL - Associação dos Provedores de Serviços e Informações da Internet

Rafael Sá

Jonathan Borges

PRO TESTE - Associação Brasileira de Defesa do Consumidor

Sandro Leão

Polyanna Carlos da Silva

SEPRORGS - Sindicato das Empresas de Informática do Rio Grande do Sul

Renato Turk Faria

Edgar Serrano